O tesouro de Cavendish

Thomas Cavendish foi um pirata que existiu de verdade. E mais: ele atracou em Ilhabela (SP), entre os anos de 1591 e 1592 para reabastecer seu navio. Dizem que ele enterrou um tesouro na ilha, já imaginou?

Stella Elia ficou fascinada por essa história e se lembrou dos mapas que rabiscava sob a mesa da cozinha. O zine de dobras simples tinha o formato perfeito para acolher a história de pirata e o mapa do tesouro!

Marcia Misawa buscou inspiração no Saint Augustine Pirate & Treasure Museum, na Flórida – EUA, cidade vizinha de onde mora. Fantasia e realidade; horror e humor; realismo e rebuscamento… a estética pirata precisava fazer parte desse zine!

Nós buscamos um formato que convidasse a ampliar a brincadeira de pirata com improvisações (e as crianças são mestras nisso!). Por isso, a caixinha kraft carimbada, o zine de dobras simples para que o mapa possa ser aberto no chão e as pedrinhas coloridas que servem como peões.  Essa simplicidade é porém caprichada. As pedrinhas e o dado vêm dentro de um saquinho de tecido, que valoriza as peças do jogo como tesouro.

O mapa do tesouro tem os contornos de Ilhabela. Algumas de suas belezas e lendas locais são homenageadas no tabuleiro, para que o leitor também fique com vontade de explorar essa ilha tão enigmática numa viagem real até lá!…


Texto de Stella Elia
Ilustrações de Marcia Misawa

Formato da caixa: 11,5 x 16 x 3,5 cm
Formato do zine: 10,5 x 15 cm fechado e A3 aberto
Impressão digital em HP Índigo
1a edição: 200 exemplares, 2018
Contém: 1 saquinho de tecido, 3 pedrinhas coloridas e 1 dado.
(Não recomendado para menores de 3 anos por conter peças miúdas)

COMPRE AQUI